Textos



Pôr do Sol

Estrada finita faz-se infinita na imaginação...
 
O sorriso que me provoca traz as cores do céu, ora vermelho, ora amarelo... e, de quando em quando, azul... Nuvens salpicam beleza pelo etéreo e os cabelos balouçam ao vento. O som do meu nunca mais provoca desejos. Somos anjos e demônios, ao mesmo tempo. Flor vermelha e jardim. Axiomas de Sol em afoiteza de Ventania. Beleza e Desejo. Pudor e Respeito.

Aos flancos do Ocidente, encontro a esquina da tua face entre as cortinas do meu pensamento... Luz do anoitecer, que se afina ao renascer da alma em transe. Vida, que se encanta à poesia do momento – tudo é Natureza em festa!

E, nessa festa, a fantasia do Ser, vulnerável ao Amor e à Paixão...
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Piquete, 2 de maio de 2019 – 17h11
Imagem: processo criativo Sílvia Mota
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 02/05/2019
Alterado em 02/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr