Textos


Poeta...


Tuas palavras abrolham...
e aos mistérios mitológicos do Parnaso,
entre pedras caliças acordam Apolo e Musas!

Tuas palavras flamejam...
e às estações temporais da Natureza,
entre sonhos nus expõem ciclo épico original!

E cantas e cantas e cantas...

Encantas-me por inteira... em poesia... só...

Rio de Janeiro, 11 de junho de 2010 – 00h18.
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 11/06/2010
Alterado em 11/06/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr