Textos



Acróstico 120
H-Há de ser telúrica mensagem
O-O som do meu desejo -
R-Raio de Sol que baila entre os dedos.
T-Transito pelo arriscado
Ê-Êxtase da paz,
N-Nunca antes evocada.
S-Sou azul e rosa e, num furor mortal,
I-Insinuo-me em cor e tom de hortênsia -
A-Ardência de flor única, num buquê inteiro!
 
A-Átrio do medo que se desfaz na ilusão!
 
F-Flor da fé envenenada,
L-Lenta e perspicaz deixa escorrer
O-O líquido da morte
R-Rastreado no meu corpo!
 
V-Ventos e nuvens, luz e escuridão,
E-Encíclica de beleza e acalanto,
N-Nascem malditos! Turbilhão de sons,
E-Entre espasmos de sonolenta vida,
N-Num flutuar de sonhos que destroem.
O-O momento enlouquece no poema
S-Daninho, que sobeja em fina flor e dor
A-A cadência do amor que se desfaz!

 

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 12 de julho de 2016 – 16h19
Nativa do Japão e da China, a HORTÊNSIA é atualmente cultivada como planta ornamental em todas as regiões temperadas e subtropicais. A hortênsia é rica em princípios ativos, incluindo o glicosídeo cianogênico hidrangina, que as torna venenosas. Quando ingerido em grandes quantidades, esse veneno causa cianose, convulsões, dor abdominal, flacidez muscular, letargia, vômitos e coma.
 
Efeitos psicotrópicos: As hortênsias podem ser usadas em charros para substituir a marijuana, mas fumar o talo e as folhas da Hydrangea macrophylla, pode ser letal. A combustão dessas partes da planta, liberta cianeto de hidrogénio que se acumula no organismo e pode tornar-se ainda mais perigoso se associado ao consumo de álcool, uma vez que funciona como vasodilatador. A evaporação da substância a 20ºC, provoca confusão mental, sonolência, dor de cabeça e náuseas e, em casos extremos, leva à morte.
 
Hortênsia azul – associa-se à calma e tranquilidade, ao conforto, à paz e serenidade, à esperança, à devoção e à estabilidade.
Hortênsia rosa – associa-se aos pensamentos puros e à vaidade.
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 12/07/2016
Alterado em 12/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr