Textos


Tálamo por onde corre beleza...
HErege, blasfemas contra o bruto e o meigo!
REbelde, ronronas a deflagrar emoções fogo,
SAgras-te gata, ao sagrado sexo das auroras!

Récitas de flores a rebolar salivas...
USurpas espinhos dos sonhos intumescidos!
Sacodes o sacrossanto perfume das estrelas,
Onde ninguém recolhe jasmim ou pecado... e sangras!

Amordaçada
Em paixão, voejas em luz!
Amorenada
Em paixão, queimas em estro!
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 23/09/2014
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr