Textos


Salva meu sorriso, por favor!
 
Escuta!
Num cantinho do destino
escondi a semente do meu sorriso.
Se prometer plantá-la,
fazê-la florescer
e prometer cuidá-la,
será sua...

É necessário um sonho mais alto do que o meu
para vir buscá-la.
É preciso ser ágil
pois os homens desesperançados
ameaçam queimá-la,
pela simples curiosidade e prazer
de criar um sorriso que chora.

Cuido de afofar a terra celeste,
pois no chão de todos os dias
cavouco meu coração
na esperança de encontrá-la intacta!

Venha buscá-la
antes que as calamidades mundanas
enterrem suas armas no meu sonho
e as bocas que não conseguem ser puras
consigam, em laboratórios infernais,
aos berros,
transformá-la num sorriso
brutal, amargo, triste
e cínico!

Venha rápido!
Deixa seu sonho ultrapassar meu infinito
e arranca desta semente as raízes fortes
e indestrutíveis
que ela teme mostrar.
 
Venha rápido!
Do contrário, edificarão sorriso metal
disfarçado de alegria.
Iludirão você e
- o que é pior -
enganarão a mim também.

Por favor, não deixa!
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 18/01/2014
Alterado em 06/02/2015
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr