Textos


Acróstico 13
Márcia Moreno: qual o pintor que te pintou?
 
M ergulho no passado, a procurar, insana,
A prodigiosa mão de quem te fez milagre.
R eviro mil sepulcros, sou mais vil profana,
C elebro teus queixumes e te grito ao léu...
I nvado, passo-a-passo, mestres do passado,
A buscar o pintor que nos cunhou teu riso.
 
M árcia Moreno, tu és o mito Monalisa,
O u teus olhos revelam ser mais glamouroso?
R aro e doce fascínio – mulher, quase brisa -
E xtravasa de ti, só mistério profundo!
N esse embalo harmonia, do teu rosto moreno,
O uço a tela Da Vinci, a encantar no Magriça.
 
Cabo Frio, 2 de janeiro de 2009
Início: 1h40min. - Término: 1h58
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 25/04/2010
Alterado em 26/09/2020
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr