Textos

Acróstico n. 5
De Sílvia MoTa para Sílvia Araujo MoTTa



S e me inquirirem quem és
I rei responder sem temor:
L inda flor! Linda mulher!
V ida em constante explosão,
I dílio em cada falar,
A mor, até no olhar!

A lém disso, sei que tens
R aiz forte na cultura.
A voz é doce de encanto,
Ú bere é tua história,
J óia rica, o coração,
O pulência de afeição!

M inha amiga...
O h! Quanta honra,
T ens o nome igual ao meu!
T ens o estro inflamador.
A cho tua vida, um esplendor!

Cabo Frio, 26 de agosto de 2009 – 21h35
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 24/04/2010
Alterado em 26/09/2020
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr