Textos


 

[Dama orgia no teu nome]


H_omem, sou-te dama do amor,
É_s amo amado! Faço-me, em ti,
L_iberdade hiperbólica do presente,
I_dílio inesgotável e fonte de paixão,
O_nde teu sonho esconde-se no amanhã...

A_çodo-te a alma e, mefistofélica,
T_ransformo-te em luz do meu inferno.

C_ataclismo da sedução, sou-te eu, és-me tu...
A_mazona fogosa, em aventura livre,
R_osno som de beijo e sou ao teu olhar
V_isão ingênua e pura do pecado...
A_fagado, afogo-te! Num suspiro só,
L_eio-te a alma fechada, cuidadosa,
H_istoriando-te... Faço-me, impudica,
O_rgia do teu pensamento!

Cabo Frio, 22 de abril de 2009 – 5h59

Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 24/04/2010
Alterado em 17/07/2018
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr