Textos

O verdadeiro amor?
 
É aquele que permanece...
o resto é detrito inútil.
 
Possui raízes profundas
e permanece herança eterna.
Não se nutre na mentira
e nem mata a sede na ilusão.
 
Admira as nuvens no céu
e agradece a segurança do chão.
Não teme o inferno
e alcança o infinito sem asas.
 
Prepara-se para a traição
e acolhe o perdão.
Não despreza a ninguém
e açoita a mesquinhez.
 
O verdadeiro amor permanece...
o resto é detrito inútil.
 
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 27 de agosto de 2018 – 1h30
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 23/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr