Textos

Encontrei aqui, entre os meus arquivos, um desafio poético.

ENTRELINHAS
Primeiro dueto on-line: Denise Severgnini e Sílvia Mota
Via Skype

 
Original
 
[11:11:00] Denise Severgnini: Luz dos meus encantos, sou frescor de primavera
[11:11:58] Sílvia M. L. Mota: primavera em luz, em flor em sol
[11:12:15] Denise Severgnini: rima da mais pura emoção que encerra
[11:13:11] Sílvia M. L. Mota: uma ilusão e sonhos sem porvir
[11:14:09] Denise Severgnini: volito em ti e te sorvo como um deus
[11:15:11] Sílvia M. L. Mota: desbravo-me em furor, sou vento sem destino
[11:17:20] Denise Severgnini: abro a rosa consagrada aos líquidos teus
[11:21] Sílvia M. L. Mota: sou cor e sou perfume, paixão em demasia
[11:23:00] Denise Severgnini: és luz, és sedução, prazer e fantasia
[11:26] Sílvia Mota: Aos versos da minh'alma transpiro teus sorrisos
[11:31:30] Denise Severgnini: nas ondas deste amor, somos beijos imprecisos...

Primeira modificação - (realizada por Sílvia Mota)
 
Entrelinhas...
 
Luz dos meus encantos, frescor de primavera,
rima da mais pura emoção que encerra,
és ilusão e sonho às cores do arrebol.
 
Desbravo-me em furor, sou vento, afrodisia,
sou cor e sou perfume, paixão em demasia,
sorvo-te qual deus e faço-te meu sol.
 
Aos versos da minh'alma transpiro teus sorrisos,
às brumas deste amor, mil beijos imprecisos,
és sedução, és luz - prazer e fantasia...
 
Segunda modificação - (transformação em soneto por Sílvia Mota)
 
Entrelinhas...
 
Encanto feito em luz, frescor de primavera,
rimar de emoção, rugido de uma fera,
és ilusão e sonho às cores do arrebol.
 
Desbravo-me em furor, sou vento, afrodisia,
sou cor e sou perfume, ardor em demasia
e sorvo-te qual deus e faço-te meu sol.
 
Aos versos da minh'alma aspiro teus sorrisos,
às brumas deste amor, mil beijos imprecisos,
és sedução, és luz - prazer e fantasia...
 
Lomba Grande / Rio de Janeiro, 8 de dezembro de 2010
Poema online - Início: 11h11 – Término: 11h30
 
Coloco aqui a evolução, do original para a última.
A primeira modificação ficou mais próxima do original. Na segunda, foi necessário modificar algumas palavras em razão da métrica. Escolha. Gostei dos dois. Eliminei dois versos, um meu e um teu, nas duas versões (Silvia Mota).
 
Versão final
Os méritos ficam para Sílvia Mota e Denise Severgnini

 
Entrelinhas...
 
Luz dos meus encantos, frescor de primavera,
rima da mais pura emoção que encerra
és ilusão e sonho às cores do arrebol.
 
Desbravo-me em furor, sou vento, afrodisia,
sou cor e sou perfume, paixão em demasia,
sorvo-te qual deus e faço-te meu sol.
 
És luz, és sedução, prazer e fantasia,
Aos versos da minh'alma transpiro teus sorrisos
nas ondas deste amor, somos beijos imprecisos...

Abaixo, o código da música que inspirou a nossa criatividade, ainda que não mais funcione. Vale apenas como lembrança.
<embed src='http://www.crazyprofile.com/water_effect/water.swf' width='508' height='316' FlashVars='pic=SebastianBoleschc.jpg&fldr=Dec2010&ww=508&hh=316' quality='high' wmode='transparent' align='middle' allowScriptAccess='sameDomain' type='application/x-shockwave-flash' pluginspage='http://www.macromedia.com/go/getflashplayer'/></embed><br><div><a href='http://www.crazyprofile.com/water_effect/water_effect.asp' target='_blank'></a></div>
Denise Severgnini
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 18/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr