Textos

Com a permissão da autora
Entrelaçamento poético, com poema de Denise Severgnini

Teu silêncio me beija
 
Esses sons em silêncio incendeiam-me insanos,
Como se a suplicar quisessem tua presença
Nem tua sombra aparece acobertada em panos
E o silêncio da boca ao meu ser é descrença
 
M esmo distante assim, são incuráveis danos,
Outras cartilhas oro, aparto a desavença,
Visto templos pagãos e deuses tão profanos,
Não sei em credos vãos, distinguir tua herança.
 
Regulo a exatidão... Teu silêncio me beija
E os lábios sorvem fel da saudade mortal
Sou alma açoitada e muito triste andeja...
 
Quero sons musicais, operetas aos brados,
Renúncia e dissabor... alheios em festival,
Para que tua foto adorne outros quadros.

Denise Severginini
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Rio de Janeiro, 2010
Poema original: https://www.recantodasletras.com.br/poesias/2329
Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz e Denise Severgnini
Enviado por Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz em 18/01/2018
Alterado em 18/01/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr